SINA EM PAUTA: Lançamento do livro “Sala de Roteiro” de Bartira Bejarano Campos

12/05 – Quarta-feira – 19h
SINA EM PAUTA:
LANÇAMENTO DO LIVRO SALA DE ROTEIRO
com a autora Bartira Bejarano Campos e convidados Andréa Midori Simão, David França Mendes
Apresentação: Mel Inquieta (Melina Guterres)
Realização: REDE SINA

Parceira: ABRA – Associação Brasileira de Autores Roteiristas
Apoio: Cabíria Festival e Imprensa Mahon
Transmissão em:
www.facebook.com/redesina
https://www.facebook.com/autoresroteiristas
www.youtube.com/redesina
Site da Rede Sina e nesta publicação.

Clique e agende no Google 

Na quarta-feira, 12, às 19h no Sina em Pauta, apresentado pela Mel Inquieta, vai acontecer o lançamento do livro ““Sala de Roteiro – Processo de Criação dos Roteiristas das séries de TV brasileiras” da Bartira Bejarano Campos que é roteirista e pesquisadora, mestre em Audiovisual pela ECA-USP.  Bartira produz conteúdo para TV, WEB e já escreveu para canais como GNT, TV Cultura, SBT e Globoplay. Seu trabalho inclui projetos de ficção, não-ficção, documentais e institucionais.

O livro, resultado da sua dissertação de mestrado, considerada a primeira pesquisa sobre sala de roteiros do Brasil, parte da compreensão do modelo norte-americano de produção de séries e sua influência no Brasil  e traz 13 depoimentos de profissionais que atuam no mercado atual.

Para live de lançamento, a autora, conta com a presença da roteirista-chefe e desenvolvedora de projetos audiovisuais Andréa Simão e o autor-roteirista, diretor e showrunner,  David Mendes, para comentar sobre o livro.

Confira artigo O DESERTO AZUL DA CRIATIVIDADE da autora publicado na Rede Sina

A autora:

Bartira Bejarano Campos

Roteirista e pesquisadora, mestre em Audiovisual pela ECA-USP. Produz conteúdo para TV e WEB, já escreveu para canais como GNT, TV Cultura, SBT e Globoplay. Seu trabalho inclui projetos de ficção, não-ficção, documentais e institucionais. Nasceu em São Paulo em 1983, é formada em Comunicação Social em Multimeios na PUC-SP, e em seu mestrado especializou-se em roteiro, percorrendo seus processos criativos.

Convidados:

Andréa Midori Simão 


Andréa Midori Simão começou sua carreira quando as salas de roteiro ainda não existiam no Brasil. Desde então, participou de mais de 10 salas e chefiou 07 para diversos players, como Netflix, FOX, Discovery Kids, Nickelodeon, entre outros. Atualmente é chefe de roteiro para uma série da HBOmax. Nasceu em Diadema, é graduada em Audiovisual pela ECA-USP e vive entre São Paulo e Caldas da Rainha, em Portugal.

David França Mendes

David França Mendes é autor-roteirista, diretor e showrunner. Nascido no Rio de Janeiro, vive desde 2019 entre São Paulo e Colônia, na Alemanha. Foi criador e head-writer das séries “A Garota da Moto”,  “Quase Anônimos” e “Nós”, supervisor de roteiro das seis temporadas de “Escola de Gênios”, e Roteirista-Chefe na Mixer, onde criou e desenvolveu projetos de séries, entre 2015 e 2019. Escreveu também longas-metragens (Corações Sujos, O Caminho das Nuvens, Um Romance de Geração, entre outros), documentários e programas de TV. É também escritor, autor do livro “O Herói Insone”, professor de roteiro e em 2019 estreou como autor teatral com a peça “Amor é Química”. Ganhador do Prêmio Especial de Cinema da ABL, do Grande Prêmio Cinema Brasil de Melhor Roteiro Adaptado, e de premiações e nominações em outros eventos brasileiros e internacionais, entre os quais o NHK-Sundance Latin America.  Sua série “A Garota da Moto” foi finalista de todos os prêmios de televisão do Brasil em sua primeira temporada, incluindo o importante prêmio APCA.)

O LIVRO:

SALA DE ROTEIRO
Processo de Criação dos Roteiristas das séries de TV brasileiras

O que é uma Sala de Roteiro? Como é o processo criativo de escrita de roteiros das séries de TV no Brasil?

O livro parte da compreensão do modelo norte-americano de criar e produzir séries televisivas, a writers’ room, e apresenta como este modelo chega ao Brasil no início dos anos 2000 afim de contemplar uma nova demanda por conteúdo original brasileiro – exibido em temporadas tanto na TV aberta, quanto na TV paga e em streaming.
Com base no depoimento de 13 roteiristas envolvidos na criação das atuais séries de TV brasileiras, o livro revela diferentes métodos de escrita colaborativa em Sala de Roteiro, sua expansão para o set de filmagem e para a edição dos episódios, demonstrando o crescimento do campo de atuação dos roteiristas, que passam também a exercer funções ligadas à área de produção – o que leva a implementação
do showrunner no Brasil.
Esta é a primeira pesquisa sobre as Salas de Roteiro no Brasil. A autora reúne conhecimento acerca das etapas de desenvolvimento de roteiros que já se tem praticado no mercado televisivo, e, com isso, esclarece novos métodos de escrita em séries de TV – integrando este conhecimento ao atual processo de produção do audiovisual brasileiro.

“O livro é fruto de uma pesquisa iniciada em 2017, quando ingressei no mestrado em Audiovisual na ECA-USP. Entre 2017 e 2019 entrevistei 13 roteiristas que estão envolvidos em séries originais brasileiras, tanto para TV aberta, quanto Paga e Streaming. Estes roteiristas são: Andréa Midori Simão, Ângela Hirata Fabri, Camila Raffanti, David França Mendes, Doc Comparato, Fabio Danesi, Fernando Bonassi, Jotagá Crema, Lucas Paraizo, Marc Bechar, Marçal Aquino, Mariana Trench Bastos e Pedro Aguilera. Foi a partir do relato dos processos criativos destes roteiristas que pude desenvolver a pesquisa, explorar os diferentes métodos de escrita e compreender como funcionam as Salas de Roteiro no Brasil, sob a perspectiva dos entrevistados.
Até então não existia nenhum livro sobre Salas de Roteiristas no Brasil, nem na América Latina. Nunca uma pesquisa com este tema havia sido realizada no país, embora muitas salas estejam acontecendo há 20 anos. Nunca houve uma reflexão sobre os nossos processos criativos. A maioria dos livros que existe no mundo sobre séries de TV são americanos, e somente dois são traduzidos ao português.
O livro tem 3 capítulos: o primeiro aborda a origem das salas de roteiro, as famosas writers’ rooms norte-americanas que existem desde 1950. O segundo capítulo é um histórico das séries de TV e das salas de roteiro brasileiras, divididos em duas décadas (2000-2010 e 2010 até os dias de hoje). O terceiro e último capítulo revela todo o processo criativo que ocorre em uma sala de roteiro, um passo-a-passo que vai desde a gênese da ideia da série até a edição dos episódios, contando com o envolvimento do roteirista em todo o processo. O livro também aborda a função do showrunner.” 

– Bartira Bejarano Campos –

Clique no livro para comprar

 

Livro: “Sala de Roteiro – Processo de Criação dos Roteiristas das séries de TV brasileiras”
Autora: Bartira Bejarano Campos
Editora: Alexa Cultural
Prefácio: Ricardo Tiezzi
Formato: 14x21cm / Com imagens coloridas / 246 páginas
R$ 65,00 – COMPRE AQUI (Pré-venda disponível)

 

 

 

Realização: Rede Sina / Parceria: Abra

Inscreva-se no canal do YouTube da Rede Sina

Veja outras edições do SINA EM PAUTA

Saiba mais sobre Mel Inquieta

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA