O Autor-Roteirista em outras mídias narrativas

Este tópico contém respostas, possui 6 vozes e foi atualizado pela última vez por  Joao Carlos Viegas 1 mês, 1 semana atrás.

  • Autor
    Posts
  • #1594

    Osíris
    Participante

    Já houve aqui algum debate sobre o roteiro em outras mídias narrativas? Eu, como roteirista, acabo me enveredando também por outras formas de escrita narrativa que não apenas a dedicada ao audiovisual: publicidade, rádio, quadrinhos, jogos, e até literatura propriamente dita.

    Outros associados também se enveredam nessas áreas? Quanto costumam cobrar? Não valeria a pena a associação também abranger quem roteiriza nessas outras mídias, inclusive incluindo essas outras mídias nas tabelas de preço da associação?

  • #1595

    Tiago Cordeiro
    Participante

    Faz sentido mesmo.

  • #1596

    Olá Osiris, Tiago.

    Também acho que faz sentido. Eu trabalho principalmente com TV, mas me aventuro em outras mídias como internet, games e literatura. Apesar disso, ainda não consegui atuar profissionalmente nessas outras áreas.

    A ABRA prevê em seu estatuto a proteção dos roteiristas em geral, não importando a mídia. Pra quem tiver interesse, o estatuto está neste link.

    Seria interessante os roteiristas que já conseguem atuar profissionalmente nessas outras áreas se manifestarem também sobre esse assunto dos valores a serem cobrados. A tabela de preços da ABRA é feita com base na experiência dos roteiristas da associação no mercado audiovisual. Acredito que nada impede de contemplar outras mídias também.

    Tem alguém aí que atua como roteirista fora do mercado de TV e Cinema?

    • Esta resposta foi modificada 11 meses atrás por  Matheus Colen.
  • #2085

    Iramir Alves Araujo
    Participante

    Olá. Também acho bastante pertinente essa discussão. Bom, sou roteirista de quadrinhos, tendo já alguns trabalhos publicados e quando li o estatuto da Abra vi que há um direcionamento para roteiristas de TV e cinema. Não seria interessante a ampliação de possibilidade para que novos associados? Afinal, o estatuto diz que haverá uma decisão sobre a aceitação ou não do proponente.

  • #2167

    Olá, Iramir.

    É possível sim aos roteiristas de quadrinhos fazerem parte da associação, apesar disso não estar explícito no estatuto, como você bem observou.

    Nós, inclusive, temos roteiristas dessa área dentre nossos associados. Você pode se aplicar para associação no link abaixo:

    http://www.abra.art.br/associe-se/

    Abraços!

  • #2263

    David
    Participante

    Prezados,
    Penso que motoristas dirigem, cozinheiros cozinham e roteiristas escrevem.
    Vim do Rio para Belém do Pará, em 91, com uma experiência em dramaturgia teatral. Quando cheguei a cena de teatro de bonecos começava a ganhar força. Atuando como iluminador e ator-manipulador pude observar, estudar e começar a organizar uma dramaturgia para bonecos. Posteriormente, comecei a fazer roteiros para bonecos na televisão com a oportunidade de criar o programa Catalendas para a TV Cultura do Pará. Agora me propus o desafio de mais uma virada: escrever roteiros para séries de animação – mais um aprendizado. Ou seja, no fim das contas, “ao fazermos nosso preço”, independente da especificidade, devemos considerar toda experiência acumulada porque ela se transforma na valorização do trabalho do roteirista.

  • #2738

    Joao Carlos Viegas
    Participante

    No rádio, fui roteirista durante muitos anos e pouco contato tive com a Abra.

Você deve fazer login para responder a este tópico.

Redes Sociais

7,475FansGostar
13SeguidoresSeguir
130SeguidoresSeguir
35SeguidoresSeguir
28SeguidoresSeguir
22InscritosInscrever